Com a formação das tintas, podemos dizer que ficou muitas mais simples e fácil estabelecer a proteção de diferentes objetos e superfícies contra a impactos, oxidação, altas temperaturas, em vista da sua composição química que pode estar a variar em vista do seu estado, desde líquido, sólido em pó e/ou viscoso.

A sua aplicação pode ser realizada de diversas maneira, isso dependo dos materiais utilizado e o local a ser aplicado. Dado como exemplo, o serviço de pintura eletrostática em pó, que busca estabelecer a aplicação de tinta em pó através de uma pistola eletrostática.

As tintas nas quais são aplicadas se resumem nos tipos epóxi (maior aderência), poliéster (própria para evitar a corrosão) e as híbridas (desenvolvidas por parte da mistura das resinas poliéster e epóxi, envolvendo propriedades de ambas).

O texto acima "Particularidade de uma pintura eletrostática" é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre direitos autorais.